Bem Vindos - Welcome - Bienvenidos - Benvenutto

Objetivei com a idéia deste blog, compartilhar com todos os amigos e interessados em cultura, literatura, crítica e incentivo, um pouco sobre meus conhecimentos e sobre mim.
Aqui, você pode e deve expressar sua opinião a respeito do conteúdo, através de seus comentários, em-mails ou enquetes. Você pode também compartilhar o conteúdo em suas redes sociais.
Agradeço a todos os leitores e visitantes!
Namaste!

CasadeLilo, desde 2008

quarta-feira, 3 de março de 2010

Poder Não é Querer

Poder não é querer.



“Eu poderia recitar mil vezes esta canção,

Eu poderia cantar mil vezes essa intenção.

Mas essa melodia não faz mais parte do nosso refrão.

Mas essa música ainda faz parte do meu coração.



Eu poderia relembrar todos os dias o seu sorriso,

Mesmo que agora você seja só risos.

Mais ainda posso viver essa magia.

Porque ainda preciso.



Eu poderia renegar todos os dias essa condição,

Mas trairia a todo momento minha intuição.

Eu poderia esquecer todos os momentos,

Mas enganaria todos os meus sentimentos.



Eu poderia modificar todas as nossas verdades,

Mas não poderia mudar as nossas vontades.

Eu poderia apagar todos os nossos encontros;

Mas não poderia extinguir meus sonhos.



Eu poderia adentrar na imensidão do que sinto,

Mas não poderia adentrar a intensidade do que vievemos.

Eu poderia mergulhar na nostalgia da nossa história,

Mas não poderia desprezar a melancolia da memória.



Eu poderia sentir em minha pele os seus abraços,

Mas não poderia firmar nossos laços.

Eu poderia sentir o sabor do seu beijo,

Mas não poderia dizer que ainda não te desejo.



Eu posso viver em sua sintonia,

Posso te querer a cada dia.

Só não posso impor a mim,

Que essa retórica tem um fim.



Posso reinventar todos os nossos detalhes,

E por mais que ainda falhe,

Gostaria que este esboço,

Pudesse constituir novas verdades.”


por Lincoln Oms

Nenhum comentário:

Receba as atualizações em seu e-mail.

Like!